Common Questions

Qual a pressão de trabalho adequada para ferramentas? Quais as consequências em caso de utilizar a ferramenta com pressão abaixo ou acima do indicado?

O desempenho das ferramentas pneumáticas depende da pressão de trabalho. O ideal, como já sabemos, é uma pressão 6 e 7kgf/cm2. Se estiver acima, os componentes da máquina serão comprometidos, diminuindo sua vida útil e pondo em risco a segurança da operação. Se estiver abaixo, cerca de 5kg f/cm2, a potência cai em cerca de 20%, podendo em algumas situações, não atender as especificações adequadas ao bom desenvolvimento do trabalho em execução.

É possível alterar os parâmetros de rotação e torque dos motores?

Não é possível alterar parâmetros de rotação e torque dos motores.

Qual o tipo de óleo adequado para lubrificação e qual a frequência que o mesmo deve ser aplicado?

Óleo SAE-10.

É possível fornecer os acessórios (pinças, ponteiras, etc.) junto com as ferramentas?

Sim, através do pedido no ato da compra.

Qual a maneira correta de trocar as pinças das esmerilhadeiras?

 

(Exemplo: Coloco a pinça no eixo e atarracho a porca ou encaixo ela na porca primeiro?)

 

Recomendamos encaixar a pinça na porca primeiro.

As esmerilhadeiras com EPE tem menos potência do que es com EP e EF?

Não. A ferramentas com escape frontal EF tem uma pequena diferença para melhor quanto a rotação, porém, não é relevante.

O tipo de escape, digo, frontal, posterior ou posterior embutido fica a critério do cliente.

Dependendo  do processo,  o escape frontal é vantajoso por limpar ou remover resíduo da operação, porém, pode contaminá-la com óleo.

Existe dois timpo de escape posterior, ou seja, com mangueira e silenciador  e embutido

As esmerilhadeiras com EPE tem menos potência do que es com EP e EF?

Não. A ferramentas com escape frontal EF tem uma pequena diferença para melhor quanto a rotação, porém, não é relevante.

O tipo de escape, digo, frontal, posterior ou posterior embutido fica a critério do cliente.

Dependendo  do processo,  o escape frontal é vantajoso por limpar ou remover resíduo da operação, porém, pode contaminá-la com óleo.

Existe dois timpo de escape posterior, ou seja, com mangueira e silenciador  e embutido.

É possível alterar os parâmetros de rotação e torque dos motores?

Sim, através de um regulador de fluxo ou regulador de rotação na entrada de ar do motor.

Lembrando que motor não é uma ferramenta de uso manual acionado por alavanca ou gatilho.

Para que o acionamento do motor ocorra, é necessário que o cliente desenvolva seu próprio sistema de acionamento utilizando válvulas solenoide, manuais, etc.

 

É possível fornecer os acessórios (pinças, ponteiras, etc.) junto com as ferramentas?

Sim, os acessórios ou opcionais, melhor dizendo, são fornecidos através das configurações possíveis para cada ferramenta, sendo codificadas na denominação PCPE.

Quantas horas por dia as ferramentas podem ser utilizadas continuamente?

A ferramenta foi projetada para trabalhar 8 horas por dia dentro dos limites das especificações recomendadas.

Qual o tipo de óleo adequado para lubrificação e qual a frequência que o mesmo deve ser aplicado?

Recomendamos o uso de conjunto lubrifil  com óleo SAE-10 para lubrificar os motores das ferramentas.

 Por possuir sistema de lubrificação automático a lubrificação da ferramenta é mais eficaz. 

A frequência  de 1 a 3 gotas/min para ferramentas com engate RV1, e de 4 a 6 gotas/min para  ferramentas com engate RV2.